Curso de Formação

Gaya Curso 09:2020

INSCRIÇÕES ABERTAS para a nova turma!
Agende sua entrevista com nossa diretora Luiza Barros, diretamente pelo WhatsApp:
(67) 9 9984 2641

O Psicodrama, através de suas fundamentações teórico-práticas e de seus métodos e técnicas, trata as pessoas para lidarem com suas relações de modo mais consciente, criativo, leve e profundo, estimulando a espontaneidade e a saúde dos vínculos.

O curso de formação tem como principal objetivo preparar pessoas para trabalhar como psicodramatistas nas áreas clínica ou socioeducacional. Destina-se a:
• Psicólogos e médicos psiquiatras, para atuarem como psicoterapeutas;
• Todos os Profissionais com nível superior que trabalham ou desejam trabalhar com grupos – para atuarem em organizações, instituições e comunidades.

POR QUE FORMAÇÃO EM PSICODRAMA? – Por Paulo Bareicha

Há cerca de 60 anos os saberes psicodramáticos chegaram ao Brasil e foram difundidos até a década 70, desde os horizontes sociológicos (Guerreiro Ramos), psicológicos (Helena Antipof), filosóficos (Pierre Weil), psiquiátricos (Rojas- Bermudez, Dalmiro Bustos), pedagógicos (Maria Alicia Romaña, Helena Noseda) e até teatrais (Abdias Nascimento, Clóvis Garcia).

Em 1976 os psicodramatistas se unificaram em uma organização: a Federação Brasileira de Psicodrama (Febrap). A partir de então, esta multireferencialidade de perspectivas foi, pouco a pouco, se tornando nítida através da apresentação dos mais diferentes tipos de trabalhos nos contínuos Congressos Brasileiros de Psicodrama, que em 2012 chegará à sua XVIII edição. Além disso, essa intensa produção fez com que, a partir da década de 90, fossem publicadas centenas de livros sobre o Psicodrama. Dessa forma, o Psicodrama se tornou conteúdo ou disciplina em muitas universidades brasileiras. Em decorrência disso, foram produzidas dezenas de monografias, dissertações de mestrado e teses de doutorado em diferentes áreas do conhecimento.

O Brasil é hoje, sem dúvida, o maior centro de práticas e produções psicodramáticas do mundo. Temos disponível em língua portuguesa mais literatura especializada na área do que toda a produção mundial junta, em todos os demais idiomas. Ou seja, a formação em Psicodrama no Brasil tem o melhor suporte bibliográfico disponível, sendo o maior número de autores, professores e supervisores, brasileiros; encontramos também o maior número de praticantes de Psicodrama quer na perspectiva psicoterápica, quer na sócio-educacional.

Nossas práticas, ancoradas nas teorias morenianas e de psicodramatistas contemporâneos, são utilizadas com apaixonantes relatos de eficiência, cada vez mais expressivos, nos mais diferentes contextos: psicoterápico, hospitalar, empresarial, escolar, comunitário, dentre outros.

Com o aprimoramento e a utilização de tecnologias de informação e comunicação (como o site da Febrap) o Psicodrama ficará ainda mais acessível e disponível a consulta seja de quem tem um interesse momentâneo e pontual, seja de quem almeja uma formação continuada que auxilie em suas necessidades acadêmicas ou de trabalho. A formação em Psicodrama é o caminho certo para quem necessita de uma teoria atual que trabalhe na tensão entre o individual e o grupal; e para quem procura ferramentas e dispositivos de ação que instrumentalizem seu trabalho, quer com indivíduos, com casais, pequenos e grandes grupos.